• 11/06/2019
  • Lockey

O que saber antes de alugar seu apartamento mobiliado?



Existe uma curiosidade imobiliária que se destaca entre os proprietários. Afinal de contas, vale a pena alugar apartamento mobiliado? Essa é uma dúvida comum a todos aqueles que pretendem locar seus imóveis, priorizando a simplicidade. Logo aqui, destacamos que sim: essa é uma prática vantajosa!

Mesmo com uma rápida pesquisa de mercado, identificamos a valorização dos “apês” mobiliados frente às opções vazias. Além disso, o proprietário ainda se livra da obrigação de encontrar um lugar para toda a mobília extra. Por isso, elaboramos este post com as melhores informações sobre o tema. Veja só!

 

As principais curiosidades para quem pretende alugar apartamento mobiliado

 

Antes de disponibilizar o imóvel no mercado, você precisará conhecer algumas informações indispensáveis ao segmento. Afinal de contas, o aluguel de um apartamento mobiliado se diferencia em 4 pontos:

  • valor — maior por conta da mobília;
  • público-alvo — distinto em função da proposta;
  • proteção — necessária na conservação dos objetos;
  • vistoria — indispensável aos reparos no final da locação.

Abaixo, detalhamos cada um desses critérios. Acompanhe!

 

O cálculo do valor

 

Infelizmente, não existe uma fórmula geral para esse cálculo, pois como você pode imaginar, o setor é repleto de variáveis que interferem no preço dos aluguéis: localização, dimensão, valor de compra e afins.

Assim, você deverá realizar uma pesquisa de mercado, comparando o seu apartamento com as alternativas concorrentes e de especificações semelhantes, mesmo que não tenham mobília. Inclusive, vale lembrar que nesse contexto você poderá contar com o auxílio do nosso portal, bastando:

  1. acessar a ferramenta de pesquisa da Lockey;
  2. definir a cidade e bairro do seu apartamento;
  3. clicar no botão “outras características”;
  4. selecionar o filtro “Mobiliado”.

Pronto! Com apenas esses 4 passos você já consegue ter acesso aos principais imóveis concorrentes ao seu no mercado! Perceba que, em média, os mobiliados são 15% mais caros do que os vazios e, apesar do acréscimo no preço, estima-se que a maioria dos locatários prefira a opção mobiliada.

Apesar dessa porcentagem, vale lembrar que você poderá cobrar mais, de acordo com o valor e sofisticação dos móveis, eletrodomésticos e eletrônicos instalados.

 

O público do apartamento

 

De maneira geral, os principais interessados em apartamentos mobiliados são os consumidores que:

  • estão no início da vida patrimonial, como estudantes, intercambistas, recém-casados, entre outros;
  • migram de uma cidade para outra, por pequenos períodos de locação, tais como os profissionais itinerantes, estrangeiros, médicos, engenheiros e afins.

Para além desses exemplos, existe uma infinidade de outras pessoas que se encaixam nesse público. O que importa é que você reconheça as características principais do seu imóvel, como preço, sofisticação e localização. Depois, anuncie o apartamento em um portal específico ao consumidor que você quer atingir, a exemplo da Lockey!

 

A proteção dos itens

 

Já aqui temos um ponto polêmico, mas que podemos resumir da seguinte maneira: antes do contrato, responsabilidade do proprietário. Durante o contrato, responsabilidade do inquilino. Ponto!

Para que essa regra básica seja respeitada você precisará especificá-la no contrato de locação, garantindo a ciência de todos no negócio. Basicamente, o inquilino se torna o responsável pela conservação dos itens dentro do imóvel logo ao receber as chaves.

 

A importância da vistoria

 

E por último e mais relevante: a vistoria! Nunca ignore esse procedimento, sobretudo ao alugar apartamento mobiliado. A vistoria pode ser acompanhada pelo inquilino ou não, desde que se documente em um relatório a existência e estado de conservação de todos os objetos no imóvel.

Assim, a vistoria será disponibilizada para assinatura, dando credibilidade a tudo o que foi relatado. Essencialmente, esse é o documento que obriga o inquilino a necessidade de devolver o imóvel nas exatas condições de quando entrou, em aspectos estruturais e patrimoniais, com todos os itens intactos, reparados ou substituídos.

Diferentemente do que acontece com os apartamentos vazios, as opções mobiliadas têm muito mais a proteger. Por conta disso, cobram o valor de mercado. Ainda assim, é uma excelente jogada aos proprietários, bastando cobrar o preço adequado, oferecer ao público certo, realizar a vistoria e contar com um bom contrato.

Pronto! Agora você está inteirado das principais curiosidades ao alugar apartamento mobiliado. Então, aproveite o seu interesse no tema para ler o nosso artigo com os direitos e deveres na relação entre inquilinos e proprietários!

[fbcomments]