• 21/08/2019
  • Lockey

Apartamento alugado: o que fazer quando é preciso fazer reparos?



É bem comum que reformas e manutenções sejam motivos de estresse para os inquilinos. Afinal de contas, esse é um momento repleto de pequenas dificuldades, que vão do contato com o locatário até o convívio com o problema. Sendo assim, nossa equipe elaborou este post especial, em que respondemos às principais curiosidades na resolução de problemas em um apartamento alugado.

Aqui, você entenderá a importância de ter uma relação amigável com o proprietário do imóvel, aprendendo a como proceder nesse tipo de situação para resolver o problema da maneira mais simples e objetiva possível. Por isso, não perca tempo e acompanhe!

 

A importância do bom relacionamento entre inquilino e proprietário

 

Comunicação e transparência: essas devem ser as principais qualidades na relação com o proprietário, pois, como você perceberá abaixo, muitos procedimentos exigem a autorização ou a participação dessa pessoa. Por conta disso, é fundamental que, desde o primeiro dia de locação, seja cultivada uma relação amigável, prestativa e parceira.

Mas aqui, vale lembrar que essa é uma preocupação exclusiva aos inquilinos que alugaram seus imóveis nos formatos tradicionais. Afinal de contas, aos usuários da Lockey isso nunca será um problema, uma vez que a plataforma fica responsável pela intermediação entre essas duas partes, eliminando toda e qualquer chance de conflito e desentendimento, oferecendo um ambiente eficiente e confiável para preservar tanto os direitos do locatário quanto do locador.

 

A resolução de problemas em um apartamento alugado

 

Agora,  é importante entender a responsabilidade de cada  um nessa história. De todos os procedimentos que podem ser realizados em um imóvel, separamos três categorias específicas. Veja só!

 

O que é da sua responsabilidade

 

Como definido no contrato, é um dever do inquilino zelar pela conservação do imóvel alugado. Sendo assim, é nessa categoria que se inclui todo o tipo de manutenção, como coleta de lixo, limpeza do apartamento, retoque na pintura dos ambientes e demais cuidados básicos. Esses procedimentos não alteram nenhuma característica do bem e, por isso, podem ser realizados sem a consulta ao dono.

 

O que é da responsabilidade do proprietário

 

Essa situação exige a comunicação com o locatário, por conta de defeitos elétricos, hidráulicos e demais problemas estruturais no apartamento, que não tenham sido causados em decorrência do uso do inquilino. O contato deve ser realizado imediatamente após a identificação do problema, em que novamente pesa a importância de uma boa relação.

Um proprietário amigável não vai hesitar em reconhecer seu dever contratual de consertar o apartamento, cumprindo sua parte e colaborando para o seu bem-estar. Já em uma relação tensa, é possível que o proprietário crie dificuldades adicionais, argumentando que o problema foi causado pela sua utilização, tentando se isentar da obrigação. Por isso, lembre-se: nessa relação, transparência e amigabilidade valem ouro!

 

O que você pode fazer, desde que tenha a autorização do proprietário

 

Por último e não menos importante, falemos das reformas e benfeitorias, que modificam estética, propósito e configuração do imóvel. Como a propriedade não é sua, é indispensável consultar o dono antes de realizar qualquer procedimento com essa finalidade, seja para fazer um pequeno furo em uma parede, seja para derrubá-la por completo.

O mesmo vale para benfeitorias, com a implementação de eletrodomésticos e/ou soluções tecnológicas de iluminação, segurança e afins. Tudo que exija mais que um furo ou a substituição de peças deverá contar com a autorização prévia do dono do imóvel. Com isso, são evitadas as multas, que estão previstas no contrato do aluguel.

Por fim, frisamos a importância de contar com um proprietário amigável, ou com a assistência necessária para isso. Assim, você conseguirá solicitar e realizar melhorias no imóvel, melhorando sua qualidade de vida ao longo do período de locação. Além disso, destacamos a importância de conhecer todos os direitos do inquilino, facilitando esse convívio.

Gostou deste post explicando como resolver problemas em um apartamento alugado? Então, não perca a chance de continuar antenado nos melhores temas do universo imobiliário, assinando a nossa newsletter!

[fbcomments]