• 28/12/2018
  • Lockey

Conheça 4 fatores que levam à depreciação do imóvel



Existe muita preocupação quanto à depreciação de um imóvel, afinal é algo que acontece em qualquer empreendimento. Entretanto, há muitas formas de evitá-la ou de fazer que ela aconteça mais lentamente.

Antes de mais nada, porém, é preciso entender como ela ocorre. Por isso, preparamos este texto com quatro dos principais fatores que levam a essa situação. Continue a leitura e saiba mais!

 

1. Falta de manutenção

 

A falta de manutenção está no topo da lista dos fatores que levam à depreciação de um imóvel, afinal é fácil identificar um local carente de cuidados. Aqui vale a máxima “a primeira impressão é a que fica”: o visitante nem sempre consegue visualizar o potencial do imóvel se ele está desorganizado e necessita de reparos.

Quando isso ocorre, o valor do imóvel é diminuído e há a desvalorização. Portanto, se tiver um inquilino, dê instruções sobre conservação e manutenção do local. Além disso, quando alugar o estabelecimento, não esqueça de fazer o reparo de danos, pois isso pode prejudicar uma possível venda.

 

2. Personalização em excesso

 

A decoração pode transformar um espaço e deixá-lo mais agradável, amplo e aconchegante. Entretanto, quando usada em excesso, pode levar à depreciação do imóvel e trazer grandes transtornos para o proprietário. Por isso, é importante ficar atento aos detalhes e evitar exageros.

Quando alguém visita um espaço e ele tem cores fortes, móveis exageradamente contrastantes e objetos desnecessários, por exemplo, há chances de que fique com uma imagem negativa do local. Entretanto, esse erro é simples de ser corrigido e pode ser facilmente evitado.

Ao levar um interessado para visitar o imóvel, deixe-o limpo, utilize cores neutras e móveis modernos e discretos. Assim, o cliente vai ser capaz de visualizá-lo ocupado com seu estilo.

 

3. Acabamento com defeito

 

Muitas vezes, durante a construção ou a reforma, o proprietário não quer investir muito no acabamento. Isso é um grande erro, já que esse muitas vezes é um fator decisivo para a escolha de um espaço. Além disso, o acabamento mais barato normalmente é de baixa qualidade e há grandes chances de que apresente defeito rapidamente.

Por isso, antes de levar um interessado para visitar um imóvel, faça um checklist e verifique como estão os acabamentos. Se identificar problemas, não hesite em trocá-los ou substituí-los. Isso fará muita diferença no fechamento do negócio.

 

4. Falta de espaço

 

A falta de espaço também pesa na escolha e é um dos fatores que influenciam a depreciação do imóvel. Um ambiente pequeno remete a falta de conforto e, muitas vezes, o visitante já desiste quando identifica esse detalhe.

Uma das formas de amenizar isso, se o imóvel for realmente pequeno, é otimizar o espaço. Cores neutras, espelhos, decoração minimalista e móveis sob medida são algumas maneiras de mostrar ao interessado o potencial do espaço.

De forma geral, apesar de a depreciação do imóvel ser inevitável, existem formas de deixá-la menos aparente. Ao atuar de acordo com essas dicas, há mais chances de efetuar a venda ou o aluguel do local.

Agora que você conhece alguns dos principais fatores que levam à depreciação de um imóvel, provavelmente quer saber como valorizá-lo. Então, continue com a gente e conheça cinco dicas incríveis.

Está procurando uma maneira de alugar um imóvel sem burocracia, sem fiador e com aluguel garantido? A Lockey pode te ajudar. Entre em contato conosco.

[fbcomments]