• 15/02/2018
  • Lockey

Saiba quais são os documentos necessários para alugar um imóvel



Só de pensar em alugar um imóvel, você já imagina a burocracia e a quantidade de papelada? Fica se perguntando se é necessário ter também os documentos do cônjuge e do fiador?

E se disséssemos que o fiador não é mais necessário e que tudo pode ser feito sem burocracia, dispensando o excesso de documentos? Dá um alívio, né?

Quer saber mais? Continue a leitura do artigo que preparamos para você, pois vamos contar uma novidade sobre os documentos para alugar um imóvel no caminho! Vamos lá!

Descubra quais documentos são necessários

O futuro inquilino — pessoa física — deve apresentar as cópias dos seguintes documentos para alugar um imóvel:

  • carteira de identidade (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • comprovante de renda (contracheque, declaração do imposto de renda ou carteira profissional, extratos bancários);
  • certidão de nascimento;
  • comprovante de residência (pode ser uma conta de luz, de água ou de telefone).

Pessoas que sejam casadas, divorciadas, separadas ou tenham uma união estável também devem apresentar documentos, tais como:

  • casados: cópia da certidão de casamento e documentos do cônjuge (todos os citados acima);
  • separados e divorciados: cópia da certidão de casamento com termo de audiência ou averbação;
  • em união estável: cópia da escritura pública de pacto antenupcial com regime de comunhão total ou separação de bens (quando o casamento tiver sido realizado após dezembro de 1977).

Confira meios alternativos de comprovação de renda

Se você não for assalariado, pode comprovar renda por meio da declaração completa do imposto de renda ou por outros meios. Veja:

  • profissionais liberais e autônomos: Contratos particulares de prestação de serviços.
  • trabalhadores de economia informal e taxistas: cadastro da URBS e certificado de registro do veículo ou declaração do sindicato da classe;
  • aposentados e pensionistas: comprovante de recebimento da pensão ou da aposentadoria;
  • comerciantes e industriais: cartão do CNPJ e contrato social e a última alteração da empresa.

Os documentos citados cima, em geral, só são aceitos quando anexados aos extratos bancários dos últimos 3 meses.

Saiba como fazer tudo sem complicações

Lembra da novidade de que falamos no início do artigo? Há uma forma muito mais fácil de alugar um imóvel residencial atualmente — basta usar as plataformas digitais!

Por meio delas, você realiza todo o processo digitalmente, desde o agendamento da visita ao imóvel até a negociação e o envio de documentos, que não precisam ser reconhecidos em cartório e nem impressos. Até mesmo a assinatura do contrato é digital!

Outra vantagem é que não é preciso ter fiador e nem pagar seguro-fiança. Ou seja, você faz tudo de forma simples, prática, no conforto de casa ou em qualquer local — é preciso apenas ter um dispositivo com acesso à Internet.

Em uma sociedade em que a praticidade e a rapidez são cada vez mais necessárias, precisar de menos documentos para alugar um imóvel, e fazer tudo por meio da Internet, só proporciona benefícios.

Já sabe quais documentos providenciar? Então curta nossa página no Facebook e tenha acesso a vários outros artigos que podem ajudá-lo a alugar um imóvel da melhor forma possível!

[fbcomments]